Casa Canadá, famosa por sua moda na década de 50, ganha livro

Livro sobre a Casa Canadá conta a História da Produção de Moda na Década de 50

image

Quando eu era pequena, minha mãe sempre contava as histórias glamorosas da Casa Canadá, de sua importância, de seus desfiles, de quem ela vestia. Ficava fascinada, pois ela chegou a assistir alguns desfiles dos belos vestidos de moda que eram produzidos na Famosa Casa Canadá. Meu maior orgulho em ver que este livro está sendo lançado é que minha mãe chegou a ser cogitada para ser modelo da Casa, só não passou no teste por ser baixinha.

Agora, a Casa de Moda, que vestiu as mulheres da sociedade brasileira ganha um livro intitulado “Casa Canadá – a questão da cópia e da interpretação na produção de moda da década de 1950”. que será lançado no dia 15 de setembro, às 19h, na Livraria da Travessa de Ipanema, Rua Visconde de Pirajá, 572, pela jornalista Cristina Seixas.

O livro conta a história dos bastidores da Casa Canadá, que “vestia” as mais importantes mulheres do país e era conhecida como a “Sala de visitas do Brasil”. A jornalista mostra como se desenvolveu e evoluiu a moda no Rio de Janeiro, naquele tempo em que não havia escolas ou centros acadêmicos e como a Casa Canadá pesquisava e inovava, oferecendo o melhor da moda às suas clientes. A Casa que vestia Laurinda Santos Lobo, Sarah Kubitschek, e Dulce Figueiredo, contribuiu para o aprimoramento das técnicas de produção, mão de obra especializada e, portanto, para o desenvolvimento do Design de Moda Brasileiro.

Coordenada por Mena Fiala, a Canadá copiava e interpretava peças estrangeiras de vestuário, e reproduzia o que se via em Paris.

Em 1996, Lucianita de Carvalho, filha de D. Mena Fiala, convidou Cristina para produzir e dirigir a exposição “Mena Fiala, um nome na história da moda”. A partir dessa experiência, surgiu a vontade de pesquisar mais e escrever um livro.

Os capítulos mostram um panorama político e social do Brasil, como era a moda nos anos dourados, histórias sobre a produção dos modelos e depoimentos, além de inúmeras fotos e um glossário.

Cristina Seixas é italiana de nascimento e veio para o Rio de Janeiro aos 12 anos. É formada em jornalismo e é mestre em Design pela PUC-Rio, lecionou no curso de bacharelado em Design de Moda da Faculdade SENAI-CETIQT e foi docente nos cursos Design de Moda e Acessórios de Moda na mesma instituição, sendo que neste último também atuou como Gestora Técnica. Lecionou na PUC-Rio, UERJ e UCAM. Foi editora de Moda, assinou a coluna “Moda” da revista Radiomanchete e também o site de moda da Manchete online. É também estilista formada no SENAI-CETIQT e atualmente dedica-se à pesquisa, consultoria e palestras sobre moda, estilo e figurino.

SERVIÇO:
Lançamento do livro “Casa Canadá – a questão da cópia e da interpretação na produção de moda na década de 1950”, de Cristina Seixas.
Editora Cassará – 224 páginas – R$ 39,00
Dia 15 de setembro, às 19h, na Livraria da Travessa de Ipanema – Rua Visconde de Pirajá, 572 – Ipanema – Rio de Janeiro.

Somente para as japonesas

image

image

 

Para festejar a abertura da nova boutique Dior, na Avenida Ometesando, no coração de Tóquio, no Japão – dedicada inteiramente a perfumes e cosméticos -, a marca lançou uma linha exclusiva de make up, pensada exclusivamente pelo Diretor de Criação e Imagem da Maison, Peter Philips, que será vendida somente na ilha japonesa.

 

 

Quem viu a boutique no Japão disse que é maravilhosa e foi pensada inteiramente para desvendar as fragrâncias míticas e todas as suas coleções de make up e tratamento. Dentro da boutique, as japonesas e turistas poderão encontrar todos os perfumes da Maiosn, incluindo o Miss Dior ao J’adore, do Capture Totale ao Prestige. A loja foi toda revestida em espelhos, madeira, metal e laca.

image

A linha de maquiagem, exclusiva e de edição limitada pensada pelo diretor – apresentada na inauguração da boutique -, contém uma paleta de cinco cores chamada de Ometesando, com nuances de cores degradês tenras e rosadas, tendo um marrom profundo, pensado para contrastar sutilmente neste camafeu de cores.

image

O blush é outro sonho. Fleurs de Vents, inspirado inteiramente na primavera, em sua leveza, com tons pastéis, doces e refrescantes, que segundo Philips, irá desvendar a cada uso, suas preciosas flores desenhadas no pó, remetendo às delicadas caligrafias japonesas.

O Rouge Dior Ometesando, tem uma combinação de duas tonalidades: um elegante bois de rose e um rosa levemente irisado. O que faz realçar o rosto das mulheres. Peter Philips queria com está exclusividade, contar a história linda que liga a Dior ao Japão.

Uma raridade somente para as japonesas e é claro, para os turistas que forem ao Japão.

imageimage

Gisele Bundchen, Baz Luhmann e o clássico Chanel no.5

 image

O perfume Chanel no. 5 é um clássico. Desde que a Coco Chanel lançou em 1921, está fragrância deliciosa, que tem como matéria prima a baunilha, foi quinto aroma a ser lançado pela estilista e apresentado aos amigos de no dia 5 de maio. Por ser seu número de sorte o perfume ganhou este nome eterno. imageCoco dizia que o Chanel no.5 foi produzido com o cheiro da mulher. Milhares de celebridades e socialites amam este perfume como se ele fosse o único existente no mundo. Mas vamos combinar: ele tem um diferencial que ninguém sabe explicar, se é ou não o cheiro de mulher, apresenta um glamour, uma sofisticação, uma elegância que somente Coco Chanel poderia passar em um vidrinho. image

Celebridades como Marilyn Monroe, declarou certa vez que dormia todas as noites vestida apenas com duas gotinhas deste perfume mágico e infelizmente quando se suicidou, estava cheirando a este delicioso perfume.

De 1921 a 2014 já com um século de vida o Chanel no.5 nunca saiu de moda. Ele é um perfume regular, com sua fórmula escondida, mesmo todo mundo sabendo que sua matéria prima é a baunilha. Várias celebridades já fizeram anúncios deste maravilhoso perfume, até Brad Pitt anunciou o Chanel 5. A penúltima foi Nicole Kidman e agora,  a nossa estrela maior, a brasileira Gisele Bundchen em parceria com o diretor Baz Luhmann, o criador do filme Moulin Rouge, Karl Lagerfeld, designer chefe e diretor criativo da grife, formaram uma linda parceria para sempre deixar o perfume preferido da marca em evidência.

image Uma grande festa de lançamento foi realizada está semana, em Nova York, para apresentar o filme de três minutos onde Gisele interpreta magistralmente uma mulher moderna, surfista, mãe e apaixonada por uma marido que supostamente a abandona, mas nada que umas gotas de Chanel no.5 não resolva.   O pequeno filme está lindo e vale super a pena perder três minutos se divertido com um belo anúncio, muito bem produzido e com uma música de encantar os ouvidos. Abaixo veja algumas fotos da festa e ainda o filme completo que já virou um viral em todo o mundo.

  image imageimageimageimage

Perfume Personalizado

imageO perfume já virou Top Desejo. Pode incluir em sua listinha!

O perfume da Burberry foi lançado em setembro no exterior e desembarca no Brasil com o mesmo serviço de personalização que aconteceu na Europa e Estados Unidos.

Quem comprar terá o direito de personalizar o perfume com 3 letras iniciais nos fracos de 90ml.

O serviço ficará disponível até o final de 2014, na loja da grife nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Brasília.

Brooke Shields lança linha de make up com a MAC

image
Ela nasceu linda e começou carreira quando era criança. Aos 12 anos estrelou um filme, onde era uma prostituta de 12 anos e desde então, Brook Shields nunca mais parou. O grande estouro no cinema foi com o filme Lagoa Azul, que até hoje é um cult para milhares de gerações.
image
Brooke é linda e sabe que é linda. Cabelo, altura, corpo, olhos. Virou uma senhora de quase 50 anos, filhos e uma carreira que teve depois seus altos e baixos, mas ela seguiu seu caminho sabendo que isto poderia acontecer. pois nem todas tem a sorte de ficar no auge por toda a sua vida.
imageDiversificou a carreira. Virou escritora, atriz de seriado cômico na TV americana, caso-se com um famoso tenista famoso e foi modelo de Calvin Klein. Agora acaba de lançar com a MAC, a famosa cosméticos canadense e a queridinha de nove entre 10 estrelas e estilistas, uma linha somente sua, com produtos de deixar qualquer mulher enlouquecida.
Quem vê a linha de cosméticos criada em parceria com a MAC, ficamos sabendo que Brooke Shields escolheu produto por produto, cor por cor, tudo feito nos mínimos detalhes. E a ideia surgiu em um encontro informal com o vice-presidente sênior da MAC, James Gager, que lhe fez o convite.
Ela contou que estava acostumada a ter sua maquiagem feita por outras pessoas, de diversas marcas e que está foi a primeira vez que mergulhou fundo. Não queria ser apenas um rosto maquiado para uma foto, queria participar de tudo e de cada processo.
imageA linha foi lançada em dois de outubro, nos Estados Unidos e nós, brasileiras, se quisermos ter, teremos que importar. Já fui a Mac e a loja me informou que ela não chegará ao Brasil. Eu fiquei desolada. Se você conhece uma importadora segura e queira, ou vai viajar e ainda, tem um amigo que vai ao exterior, peça para trazer ou traga você mesma, pois vale muito ter está linha de make up da Brooke Shields, pois é uma beleza transferida. A ideia de Brooke é que as mulheres se sintam lindas. Acho que como ela sempre se sentiu e sempre foi.
A palheta de sombras de Brooke é lindíssima. Ela trabalhou em conceitos para que as mulheres pudessem se maquiar com cuidado. Uma para o dia, uma neutra e outra para a noite que ela considera mais forte, mais “vamp”.
São mais de 15 produtos como palhetas de sombras, batons, gloss, esmalte, lápis para sobrancelhas, máscara para cílios, etc.
Veja aqui a linha de produtos em detalhes. Você vai babar:
image
imageimage
imageimageimage
image
imageimage

Nova coleção de Versace SS 2015 abala Milão Fashion Week

image

O desfile de Versace hoje no Milão Fashion Week abalou as estruturas de quem viu. Foi super disputado por celebridades que não queriam perder a nova criação de Donatella Versace.


Realmente estava lindo. Vou publicar alguns vestidos. Mas quem qcessou hoje a fan page pode ver um filminho, do desfile e mais tarde vou publicar outro. Realmente, alta costura é um luxo de se ver.

 

image

Na primeira foto de cara um vestido com pedras Svarovisk colados em forma diagonal.aliás muitos dos vestidos e looks estavam com cortes diagonais e muitas fendas.

Na parte esportiva, Donatella, fez um milagre com a moda dos anos 80/90 que foi uma das piores, consideradas pelos estilistas. E confesso que realmente era um horror. Aqui no esporte, metais, calças com cinturas baixa e até mesmo calcinhas à mostra. Muito tule,para ajudar na composição dos looks.

imageimage

 

imageimageimageimage

 

Bold e atitude vem marcando a nova coleção SS 2015. Um desfile que teve na primeira fila a super model, Heide Klum, em forma e belíssima, toda de Versace.

image

Vestidos de couro cortados a laser, saias, casacos e blusinhas com barriguinhas à mostra. Assim como uma itbag linda também cortada a laser. E uma linda bolsa branca, a Versace Palazzo Bag, também cortada a laser.

imageimageimageimage

 

Relógio com edicão limitada que provavelmente esgotou ao término do desfile.

Vestidos com prints caracteristicos da marca Versace também não foram esquecidos.
Donatella quis mostrar que linhas em looks são clean.

imageimage

 

image

Outro acessório que fez sucesso foi a sandália de salto alto transparente. Lembram dela? Donatella colocou no desfile e arrasou.

image

Para quem gosta dos looks da Donatella Versace foi o ponto alto de MFW.

imageimage

 

As borboletas da Maison Valentino chegam ao Brasil

 

image

Como Armani, o estilista Valentino é daqueles que pensa em vestidos super femininos que destacam a mulher que usa a sua grife. A coleção Pré Fall 2014 do estilista vem com a Camu Butterfly na maioria de sua coleção. Tanto em vestidos curtos e longos, quanto em coats, saias, calças, sapatos, bolsas, clutch e sandálias.

E a maior novidade é que um highlight da coleção já desembarcou nas lojas brasileiras. Este desenho com borboletas é uma releitura decorativa da clássica estampa Valentino Camouflage. Veja o vídeo do desfile e o detalhe da coleção em fotos.

 

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

 

 

Todo o glamour de Armani Privé

image

Vou repetir. Ele é mágico, maravilhoso. Sou apaixonadíssima, desde criança, por este homem que acaba de completar 80 anos. Meu sonho sempre foi conhecê-lo. Um ídolo! Armani é um estilista de homens e mulheres e sabe principalmente, o que as mulheres gostam de vestir e como eles se sentem bem dentro de um vestido elegante com sua assinatura. DIVAS, DEUSAS, GLAMOROSAS. Assim que as mulheres se sentem quando estão vestidas de Armani Privé.

armani-prive-pv14-5-aA coleção de verão 2014 ele arrasou. Trouxe os anos 20 de volta. Com todo aquele glamour do filme The Great Gatsby. O que dizer de uma coleção que traz toda a beleza de anos de glória e belas roupas, quando o mundo tinha acabado de sair de uma grande Primeira Guerra Mundial e de uma Depressão, mas reconquistou de novo a sua grande alegria de viver? Simples, ele queria recriar esta recuperação e este universo de brilhos, festas, charme.

imageAgora na coleção Privé outono/inverno 2014/15, Armani escolheu desta vez para seu desfile, que foi no início de julho, as cores preto, branco e vermelho, alinhando ao atual movimento que muitos desfiles apresentaram, por roupas mais leves e ideias que podem ser utilizadas para o dia a dia. Ponto forte de Armani. Ele sempre pensa no dia a dia das mulheres. Como elas podem se vestir de forma elegante para festas, jantares, celebrações, casamentos, festas de gala. Um estilista único, que a mulher encontra tudo para qualquer ocasião. Acho que está aí a minha paixão. Cores sempre perfeitas, cortes perfeitos e vestidos perfeitos.

Este desfile foi aberto com muita jovialidade e poá. Bolinhas que deram o ar que ele tanto queria, o que fez desta coleção uma renovação. Aliás, a criatividade, renovação, transformação sempre fizeram parte deste gênio estilista que se chama:Giorgio Armani.

Fotos do desfile Privé verão 2014.

armani-valentino-haute-couture-spring-2014armani-prive-spring-2014-couture-runway-31_200310110080.jpg_article_singleimage

armani-prive-pv ok2armani-prive-alta-costura-verao-2014-07-641x433

armani-prive-alta-costura-verao-2014-05-641x433armani-prive-alta-costura-verao-2014-04-641x433Armaniar120140131_armani-prive-alta-costura-verao-2014_oqvestir_02ar1123272-armani-prive-580x0-3710650x974xarmani-prive-spring-2014-show21.jpg.pagespeed.ic_.mOTmEcrFwBimageimage

imageimageimageAlgumas fotos do Desfile Privé outono/inverno 2014/15:

AR4AR3

AR290714-armani-prive-inverno-1415-06-399x600

imagem 300040h_320x480_26

8af511f75073ba46de99b8fa39a27ff85b6e49c12dd590c30e5370845694d5d3

armani-priveArmani-Prive 2015armani-inverno-2015-alta-costura-04-641x433armani-inverno-2015-alta-costura-03-641x433armani-inverno-2015-alta-costura-01-641x433armani-alta-paris-inverno-2015-07armani-alta-paris-inverno-2015-02AltaCosturaParis-ArmaniPrive-Outono-Inverno2015

alta-costura-de-paris-armani-prive-preto-vermelho-e-branco1aaaaaaaaa108jul2014---armani-prive---semana-de-alta-costura-de-paris-1404936733114_956x5003armani Privé 2015

0 desfile-giorgio-armani-paris-inverno2014 1image

image

image

Desfile Privé outono/inverno 2014/15 em vídeo

Desfile Privé primavera/verão 2014/15

Plissados e drapeados marcaram o desfile de Vionette

 

image

Madeleine Vionnet (Chilleurs-aux-Bois, 22 de junho de 1876 — Paris, 2 de março de 1975) considerada um das maiores estilistas da alta-costura francesa e como aquela que mais influenciou a moda do século XX,  deve estar muito feliz com o trabalho realizado por Hussein Chalayam, que apresentou em Paris sua 2a. Coleção de demi-couture à frente da Maison.

image

Para esta coleção outono-inverno 2014/15, o Chalayam explorou diferentes técnicas de plissados e drapeados, o que marca bem o trabalho que marcou toda a carreira da fundadora Madeleine Vionnet em suas coleções pra maison. Esta inspiração veio nada mais nada menos que por meio da bailarina Isadora Duncan, que dançava descalça e com vestidos finos e largos que fluíam, dando sensação de movimentos livres.

Madeleine Vionnet era contra espartilhos e suas criações foram marcadas pelos vestidos com muitos movimentos. Ela costumava dizer que o melhor espartilho eram os músculos da mulher. Estava encerrada a era dos espartilhos.

Esta coleção apresentada por Chalayam teve muitos vestidos com volumes criados com referências geométricas. Muitos deles tinham recortes em formato de círculo e formas em 3D que parecem nascer da roupa, em diferentes partes do corpo.

Outra característica desta coleção foram vestidos de um ombro só, tomara que caia e com decote próximo ao pescoço.

Aqui os alguns dos vestidos da coleção outono-inverno 2014/15:

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

image

 

Veja um pouco do desfile Primavera 2014 que foi gravado.

Alguns Vestidos da coleção Vionette coleção Primavera 2014.

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

imageimage

 

 

Maybelline mostra as tendências de make up para o inverno

O inverno é a estação da elegância! Que tal caprichar no make up?

Neste tutorial super bacana, a maquiadora oficial da Maybelline Vanessa Rozan apresenta as tendências de inverno 2015, demonstrando como fazer uma maquiagem elegante e com muito estilo!

E queridas fãs que gostam de make up, os produtos da Maybelline são excelentes, eu gosto muito e uso alguns produtos da linha. A máscara para cílios Colossal é maravilhosa, o BB Cream deixa a pele uniforme e a base mousse é excelente. Uso também alguns batons de cores neutras que deixam a boca hidratada.